CRISTO É A VERDADE

Translate this Page

Rating: 3.0/5 (2965 votos)



ONLINE
1





http://www.comcms.com.br/

CRENTE EM MOTÉL!..PODE?

                O termo MOTEL surgiu nos EUA como hotéis de motoristas na beira das estradas (Motorist + Hotel= Motel), mas no Brasil, foi direcionado para outra finalidade, é público e notório, que hoje o motel é um antro de prostituição, adultério, fornicação, lasciva, e outras inspirações diabólicas, e os que praticam tais atos, não herdarão o Reino do Céu.                                   

 

A palavra de Deus não proíbe nada a ninguém, porem alerta: Todas as  coisas me são lícitas, mas nem todas edificam, e nem podemos nos deixar se levar por nenhuma delas (I Coríntios 6.12). Por isso, Jesus em uma das suas últimas preleções, disse aos seus discípulos: Eu vou, mas não vos deixarei órfão, eis que enviarei o Espírito Santo, e Ele vos convencerá de toda obra do Pecado.
            Mas a palavra também afirma que o servo de Deus deve abster-se de toda aparência do mal (I Tessalonicenses 5.22). E motel não é só aparência, ele é o próprio mal, como também o filme erótico, revistas sensuais e tantas outras aberrações destinadas a excitar a carne, são coisas abomináveis ao Senhor. E o servo de Deus não deve procurar essas desventuras, as quais podem até estimular à fantasia e proporcionar satisfação a carne, más é prostituição, contudo, estará destruindo a vida espiritual, porque isso é aborrecedor aos olhos de Deus.
A concupiscência (pornografia) é algo tão satânico,que a palavra na primeira carta aos Coríntios 5.9-13, alerta: Não vos associeis aos que prostituem, no entanto, podemos compartilhar o trabalho e viver socialmente com os demais homens pecadores, mas a palavra elimina qualquer possibilidade de um relacionamento, ainda que profissional aos que se dão à prostituição. Exemplo: O servo de Deus, não poderá trabalhar em motel. Você poderá achar estranho, porque teoricamente seria um serviço como os outros. Seria, se não houvesse contribuição do servo, para a prática desse ato abominável ao Senhor.  
 Precisamos nos conscientizar que toda inspiração ao pecado é demoníaca, então perguntamos: O que um escolhido de Deus vai fazer num lugar desses? O casal, com união matrimonial legal na presença de Deus e dos homens, jamais poderá participar dessa prática promíscua, porque esse recinto, por si só, atrairá inspiração a fantasia erótica, orgia e libertinagem.
E na busca desenfreada ao prazer, acabará acontecendo algo diferente, diverso do uso natural da vida conjugal que Deus deixou, o que torna o ato em adultério entre si mesmo, e a palavra do Senhor adverte: Cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência. Depois, havendo a concupiscência concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte.
Sendo assim, freqüentar motel, é a mesma coisa que ir a uma boate de prostituição para passar algumas horas com a esposa, onde poderiam assistir um show, tomar refrigerante, fazer lanche, e, depois dizer que não houve pecado algum, porque não participaram diretamente da orgia, a qual a casa é destinada.
Irmãos, não queremos aqui, passar a imagem de legalista, porque não falamos o que achamos ou por nós mesmos, mas escrevemos tudo conforme a palavra de Deus, a qual censura essa conduta para os seus escolhidos, e Jesus declarou que é mister que  o escândalo aconteça, mas aí daquele por quem ele vier, melhor seria nunca ter nascido.
Imagine então, o homem do mundo encontrando um casal de crentes no motel. Além de tudo, o nosso compromisso com Deus é muito sério, e a fé que fomos agraciados não pode ser banalizado da forma como as coisas estão caminhando, porque a nossa luta não é contra a carne nem o sangue, mas contra as hostes das potestades do mal.
Por isso a palavra de Deus (I Pedro 5.8), exorta para que sejamos sóbrios e vigilantes, porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar. E se não permanecermos em constante vigilância, satanás entra, e por onde passa o rastro de destruição é algo sem precedentes, porque para isso ele veio, matar, roubar e destruir. 
No Evangelho do Senhor Jesus, sempre encontramos uma palavra denominada: concupiscência. Vamos buscar o resultado no dicionário da língua portuguesa:
          Concupiscência: Desejo ardente de bens ou gozos materiais, apetite sexual desenfreado, atividade sexual desordenada, lascívia.
          A carta aos Romanos 1.24-27, descreve: Pelo que também Deus os entregou as concupiscência de seus corações, a imundícia, para desonrarem seus corpos entre si; pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que ao Criador, que é bendito eternamente. Amem.
          Pelo que Deus os abandonou as paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário a natureza. E, semelhantemente, também os varões, deixando o uso natural da mulher, e se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, varão com varão, cometendo torpeza e recebendo em si mesmo a recompensa que convinha ao seu erro.
        E em I Coríntios 6.15 diz: Não sabeis vós que os vossos corpos são membros de Cristo? Tornarei, pois os membros de Cristo, e fá-los-ei membros de uma meretriz. Não por certo.
          Amados, observem a séria advertência que o Senhor Deus faz a sua igreja, o qual criou o homem a sua imagem, conforme a sua semelhança (Gênesis 1.26), porem, vendo que não era bom o homem viver só, criou também a mulher (Gênesis 2.7-18) para ser a sua ajudadora, e os uniu, para que se completassem, e povoassem a terra.
Repentinamente, vem satanás, infiltra-se no leito conjugal, e começa a induzir a concupiscência em seus corações, e a sugestionar que tudo é permitido ao casal, entre quatro paredes. Mas para Deus não há lugar oculto, porque a sua palavra na carta aos Hebreus 4.13, narra: Não há criatura alguma encoberta diante Dele, antes todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos daquele com quem temos de tratar.  
          Mas, quando esse pensamento, o desejo carnal e satânico invadir o seu coração, repreenda-o em nome do Senhor Jesus, porque isso certamente não vem de Deus. Porque se você proceder desta maneira, mudando o uso natural das coisas que Deus criou, estará prostituindo, incorrendo em adultério, mesmo entre marido e mulher. É preciso tomar muito cuidado com essas coisas. Vamos meditar:
           I Coríntios 7.4, 5 diz: A mulher não tem poder sobre o seu próprio corpo, mas tem-no o marido; e também da mesma maneira o marido não tem poder sobre o seu próprio corpo, mas tem-no a mulher.
           Não vos defraudeis um ao outro, senão por consentimento mútuo por algum tempo, para vos aplicardes a oração; e depois ajuntai-vos outra vez, para que satanás vos não tente pela vossa incontinência.
           A palavra revela que não temos poder sobre o nosso próprio corpo, ficando o prazer da carne reservado para o encontro conjugal; e quando nós nos afastarmos um do outro para nos aplicarmos à santificação ao Senhor, como a dedicação ao jejum e oração, isto por consentimento recíproco, que não sejam por muitos dias, para que satanás não venha tentá-los e tirar proveito desse afastamento.
           A primeira Carta aos Tessalonicenses 4.3-5 exorta: Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação, que vos abstenhais da prostituição; que cada um de vós, saiba possuir o seu vaso com santidade e honra; não na paixão de concupiscência, como os gentios, que não conhecem a Deus.
            Hebreus 13.4 diz: Venerado, seja entre todos, o matrimônio sem mácula, porém aos que se dão a prostituição e aos adúlteros Deus os julgará.
A palavra adverte que a vontade de Deus é a nossa santificação, e mesmo no momento da intimidade conjugal, precisamos reservar o lugar do Espírito Santo  no  coração. Que saibamos possuir o nosso vaso com santidade e honra, e não na paixão infame da carne, como é prática do homem mundano, que não conhece e não tem compromisso com Deus. O matrimônio do servo de Deus deve ser respeitado e sem mácula, porque Deus julgará os que se derem a prostituição e aos adultérios.
É oportuno refletir, que as advertências abordadas na palavra de Deus, não são direcionadas aos gentios, porque eles não conhecem a Deus, mas aos seus servos que tem compromisso com a verdade. Precisamos nos santificar e pedir muita humildade, proteção e sabedoria ao Senhor para que nos livre de todas as ciladas abomináveis que levam os desobedientes ao fogo eterno.
A carta II Tessalonicenses 2.13, descreve que devemos sempre dar graças a Deus por vós, irmãos amados no Senhor, por vos ter elegido desde o princípio para a salvação, em santificação do Espírito, e fé da verdade.
Na revelação do Apocalipse (21.8) na Ilha de Pátmos a João,disse Jesus: Mas quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicários, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre; o que é a segunda morte.   E  em 22.15, afirmou: Ficarão de fora os cães e os feiticeiros, e os que se prostituem, e os homicidas, e os idólatras, e qualquer que ama e comete a mentira.
E a palavra do Senhor na carta aos Hebreus 12.14 nos exorta a segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor.
 
Criar um Site Grátis Incrível | Criar uma Loja online Grátis | Sites Grátis | Free Websites | Wordpress e Prestashop Grátis