CRISTO É A VERDADE

Translate this Page

Rating: 3.0/5 (2980 votos)



ONLINE
1





http://www.comcms.com.br/

UM ANTIGO MANDAMENTO

"Irmãos, não vos escrevo mandamento novo, mas o

mandamento antigo, que desde o princípio tivestes"

I João 2.7.

 

João quando lembrava a Igreja do Senhor deste antigo mandamento, falava em tempos de queda, da perda do primeiro amor, do amor ao Senhor, e consequentemente o amor uns pelos outros.

Toda a lei e os profetas, disse Jesus, se resumem nestes dois mandamentos: "Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento. Este é o primeiro e grande mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo" Mateus 22.37-39.

Mediante esta palavra do nosso Senhor, quem é o que ama a Deus? O próprio Senhor responde dizendo: "Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama... Se alguém me ama, guardará a minha palavra... Quem não me ama não guarda as minhas palavras" João 14.21, 23 e 24.

E qual é o mandamento que o Senhor nos deu desde o princípio? Que nos amemos uns aos outros. Amai-vos uns aos outros como eu vos amei, disse Jesus (João 15.12).

Por que o Senhor nos deixou este mandamento? Porque Ele conhecia quem estava amando e salvando; homens de toda a tribo, língua, povo e nação. Bárbaros, citas, escravos, livres, judeus, gregos, homens e mulheres.

Como conviver e ter unidade com tantas diferenças de raças e etnias? Era necessário o mandamento. Tanto é assim que podemos constatar o que aconteceu conosco, com a cristandade, por não observarmos este mandamento. Temos que primeiro reconhecer a nossa triste realidade, e depois nos arrependermos, e voltar ao primeiro amor.

O Senhor nos ensina que não guardar os seus mandamentos é falta de amor a Ele, e a falta de amor a Ele é falta de conhecimento dEle: "Amados, amemo-nos uns aos outros; porque o amor é de Deus; e qualquer que ama é nascido de Deus e conhece a Deus.  Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor" I João 4.7-8.

Não há como conhecer a Deus e não amá-lo, e não há como amá-lo e não amar ao que dEle é gerado. Uma coisa é conseqüência da outra.

O que podemos constatar então é que nós - o seu povo -, estamos perecendo por falta de conhecimento de Deus (Oséias 6.4). O abandono do primeiro amor começou pela desobediência do mandamento de amarmos uns aos outros, e consequentemente o amor ao Senhor, e tudo por causa da falta de conhecimento de Deus.

O fraco julgava o forte, e o forte desprezava o fraco. Uns diziam que eram de Paulo, outros de Apolo e outros de Cefas. Já não recebiam mais aqueles que Cristo tinha recebido, e então a queda.

O arrependimento deve começar pelo primeiro amor, mas isto está relacionado com o conhecimento de Deus. Não havendo conhecimento de Deus não há revelação da nossa miséria, podridão e perdição; ao contrário, só haverá soberba.

É no conhecimento de Deus na face de Cristo que vemos a nossa miséria e quanto o nosso Deus é misericordioso. Na sua luz vemos as nossas trevas e o quanto Ele nos amou, e então iremos amá-lo verdadeiramente.

Amando-o guardaremos a sua palavra, e guardando a sua palavra iremos amar os nossos irmãos. Será fácil amar um irmão, se tivermos revelação clara de onde o Pai tirou a todos nós: de um charco de lodo, de um poço de perdição; e onde nos colocou em Cristo: nos lugares celestiais.

Amai-vos uns aos outros é um mandamento do nosso Senhor. Ele não requereria algo se antes não nos fosse dado; por isso Ele mesmo é quem derramou este amor nos nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.

Criar um Site Grátis Incrível | Criar uma Loja online Grátis | Sites Grátis | Free Websites | Wordpress e Prestashop Grátis