CRISTO É A VERDADE

Translate this Page

Rating: 3.0/5 (2923 votos)



ONLINE
4





http://www.comcms.com.br/

SOU DEVEDOR!!

“Eu sou devedor, tanto a gregos como a bárbaros, tanto a sábios como a ignorantes.” Rm 1.14. Esta passagem nos leva a um senso de constrangimento para nossa consciência em nossa vida, em nossa obra e em nosso ministério. Aquilo que Paulo fala de si mesmo nesta passagem, é sem duvida alguma, verdadeiro para nós também. Neste sentido, todo nós fomos chamados a pregar, pois todos temos contatos com homens e mulheres. Nesta passagem tudo vai de um degrau a outro, mas vamos examinar palavra por palavra. SOU DEVEDOR – esta palavra tinha o sentido de “estar obrigado pelo dever ou a necessidade a fazer alguma coisa”. É como ele estivesse dizendo: “Estou sob uma necessidade, sob uma obrigação”. Esta obrigação para Paulo era tão importante e tão forte que ele escolheu esta palavra deliberadamente. Ele era um homem que estava sob a força de uma lei. É como se ele estivesse no banco dos réus, e os procedimentos da lei o está pressionando. Esta era o trabalho de Paulo, esta era a vida de Paulo. O QUE TEM HAVER COM NÓS – Paulo estava falando de algo que todos nós devemos estar cientes nalgum sentido e de alguma forma. Aquilo que vemos em Paulo nas suas palavras e na sua forma de vida no evangelho, é aquilo que todos nós devemos ser no nosso dia a dia. O QUE ELE ESTÁ DIZENDO – 1- Ele está dizendo que é possuidor de algo que ele pode dar (conhecimento)- ( v 11). Ele é um homem que estar de posse de algo que pode passar para outros. Aqui estar uma excelente definição de cristão. Mas, ser possuidor deste algo implica conhecimento ; significa que sabemos algo, e que podemos falar sobre isso a outros ( 1 Pe 3.15). Não, podemos ser cristãos sem saber o que significa ser cristão e o que me faz ser um cristão. Se não sei o que sou e porque sou, como poderei transmitir a outro. Ser cristão não é meramente estar em busca de uma salvação ou tentando descobri-la. O cristão é alguém que tem algo e que pode dá-lo a outra pessoa. Ele tem conhecimento. Tem entendimento.Devedor! Algo para passar, algo para dar aos outros. Você não pode ser cristão sem esta consciência. Nós estamos deste conhecimento e podemos passa-lo. 2- Ele sta falando que pressupõe experiência – Mostra que o conhecimento que temos não é meramente humano, e sim que você conhece algo sobre isso em sua vida pessoal.Você sabe no que acredita? Sabe em quem tem crido? Podemos dar razão da esperança que há em nós? Estamos prontos para nos encontrar com Deus? Perdeu o medo da morte? Este é o conhecimento. ” Eu sou devedor”, diz ele, tanto a gregos como a bárbaros, tanto a sábios como a ignorantes”. O mundo de então estava divididos netas duas categorias. O que Paulo na verdade estava dizendo era que, podia transmitir este conhecimento precioso, a homens e mulheres de todas as nacionalidades. Também, ele queria dizer exatamente o seguinte: posso transmitir este conhecimento do evangelho tanto a professores como a alunos, tanto a grandes como a poderosos gigantes no intelecto como aqueles que nunca tiveram capacidade de desenvolver a sua capacidade intelectual. Paulo nos mostra que todos, sem exceção, precisam do evangelho. Este é o denominador comum aplicável a toda a humanidade.Pois, perante deus todos os homens são miseráveis pecadores que necessitam de salvação, e nós como cristãos precisamos esclarece-los disso. Somos devedores do evangelho de Cristo a todas as pessoas de todas as raças e classes. 3- Paulo tem algo para dar – Ele fala que todos precisam disso, mas ele assevera que tem para dar a todos. E esse algo que Paulo tem para dar é para todos sem qualquer diferença. Paulo era um homem que pregava tanto para sábio como para ignorantes. Para Paulo não havia nenhuma dificuldade de falar de Jesus para quem quer que fosse. Nós, é que muita vezes, com os nossos medos, criamos barreiras entre nós e os que precisam ouvir, por medo da sua condição social ou cultural. Mas, fomos assim como Paulo, chamados para pregar tanto a sábios como a ignorantes. Podemos, a exemplo de Paulo, nos sair tão bem pregando tanto nas favelas como nas grandes metrópoles. Não importa onde nos coloquem, temos a capacidade e conhecimento para falar de Jesus. Devemos tomar o cuidado de não separar as pessoas por categorias, como se faz na vida secular, como relação a pregação do evangelho.Pois, a linguagem do evangelho é universal. Se não posso pregar o evangelho a todos, então, não posso prega-lo a ninguém. Sob a direção e a orientação do Espírito Santo, somos capazes de pregar a qualquer pessoa. Se pregarmos o evangelho em sua plenitude, e se o aplicarmos ao homem completo, à mente como também ao coração e à vontade – se pregarmos todo o conselho de Deus a toda personalidade individual confiantes no Espírito Santo, veremos que o evangelho produz hoje os seus resultados em todos os tipos, espécies e classes como produzia no principio, como em todos os períodos de avivamento e despertamento. Se prego somente a um determinado tipo de gente, o alcance será somente para este tipo e gente. Nossa pregação deve ser menos emocionalista e mais diretiva, fazendo com que o ouvinte reflita. Devemos pregar o evangelho todo para o homem todo. Paulo disse que era devedor de todos e que podia pagar a todos, da mesma maneira que nós podemos dar o que devemos a todos, seja a intelectuais ou não intelectuais. 4- Paulo não somente pode dar, mas ele deve dar – Ele e nós, não somente podemos comunicar a mensagem do evangelho,mas devemos comunica-la. “Sou devedor..” Ele sentia esta obrigação. Isso, estava ligado intimamente a sua “vocação”, a sua “comissão”. Um dia iremos comparecer diante do trono e prestaremos contas daquilo que fizemos ou deixamos de fazer no nosso corpo, ou bem ou mal. Paulo nos mostra que lhe era imposta esta obrigação de pregar o evangelho de Cristo ( 1 Co 5.16). Para ele, era um dever pregar o evangelho. Ele estava som uma comissão. Se nós, nos déssemos conta da atual situação da humanidade decaída e de como caminha a passos largos para o inferno, não conseguiríamos dormir.Se, realmente, crêssemos que, quando o ímpio morre vai direto para o inferno, não nos esquivaríamos desta nossa obrigação e dever que temos de pregar o evangelho a toda criatura.Com certeza diríamos: “É meu dever pregar, tenho que faze-lo urgentemente.Tenho que falar. Por outro lado, se fazemos isso é por que temos consciência daquilo que o evangelho também fez por nós. Da mesma maneira que fomos alcançado e recebemos gozo e paz por meio deste evangelho, é natural que queiramos que todos gozem desta mesma maravilha em suas vidas, e se não fazemos, além de omissos, somos também egoístas.” Somos devedores!” Quando passamos por algo em nossa vida que nos deu prazer ou nos tornou feliz, a vontade que temos é de compartilhar com outras pessoas. Sempre queremos compartilhar as nossas bênçãos com os outros. lembremos da mulher que achou as dracmas perdidas, e como depois de acha-la quis dar um banquete, ou, do pastor que após achar a ovelha perdida se alegrou juntamente com todos. Lembremos, também, do pai no retorno do filho pródigo. Este, é o glorioso evangelho que nos temos. “O amor de Cristo nos constrange” ( 2 Co cap.5.14). O que é que deve nos impulsionar a pregar o evangelho? O amor de Cristo!! O evangelho da reconciliação! O evangelho que nos apresenta Cristo se fazendo pecado por nós. Nós e Paulo um dia tivemos um encontro com Ele, e por isso, devemos desejar ardentemente que outros da mesma forma venha a encontra-lo, e assim, possam gozar da mesma alegria e paz que sentimos. Participemos com os outros deste Cristo maravilhoso que um dia mudou a historia da nossa vida. O maravilhoso caráter do evangelho, assim como fez com Paulo, nos faz um “DEVEDOR tanto a gregos como a bárbaros, tanto a sábios como a ignorantes”. CONCLUSÃO: Se o evangelho chegou até nós ( como de fato aconteceu), não temos o direito de guardá-lo só para nós. Ninguém tem o monopólio do evangelho. A boa nova do evangelho é para repartir. É nossa obrigação faze-la conhecida a outros. Que possamos estar ansiosos por pagar a nossa divida para com o mundo que é: Pregar o evangelho a toda criatura!!!. QUE DEUS NOS ABENÇÕE!!

Criar um Site Grátis Incrível | Criar uma Loja online Grátis | Sites Grátis | Free Websites | Wordpress e Prestashop Grátis