Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis
CRISTO É A VERDADE

Translate this Page

Rating: 3.0/5 (2959 votos)



ONLINE
10





http://www.comcms.com.br/

ZOOFILIA & DOENÇAS VENÉREAS

 

 



“Não te deitarás com animal algum, contaminando-te com ele...”. Lev 18.23 

 
De onde vêm as Doenças Venéreas? Essa é uma boa pergunta.
 
Historicamente as doenças sexualmente transmissíveis foram denominadas de doenças venéreas em alusão a Vênus. Na mitologia grega, Vênere, uma das denominações de Vênus, era a deusa grega do amor. Há relatos de sinais clínicos dessas doenças em diversas descrições bíblicas (BARRAVIERA; BARRAVIERA, 2003), sendo que muitos homens e mulheres padeceram em conseqüência de suas complicações.
 
 
Os microorganismos que causam as DSTs, não fazen parte da microbiota dos genitais humanos. Dentre as dezenas de bactérias, fungos, vírus e protozoários que causam as DSTs, citamos alguns: Cândida albicans; Chlamydia trachomatis; Donovania granulomatis; Haemophilus ducreyi; HIV; HPV; Neisseria gonorrhoea; Treponema pallidum; Trichomonas vaginalis – são os microorganismos mais conhecidos.
 
Possível Origem
Esses microorganismos causadores das DSTs são estranhos (invasores) ao organismo humano e por isso se tornam potencialmente infectantes.De onde viriam esses microorganismos infectantes, que contaminam as pessoas?
 
 
Uma das hipóteses é que eles tenham vindo dos animais; através do contato sexual que algumas pessoas tem nas relações bestiais – sexo com animal.
 
Não são inseridos (pelo menos a maioria) em um contexto de falta de higiene, mas pelo contato sexual com pessoas ‘contaminadas’ (Lv 18.23). Ou por formas sexuais não naturais – Sexo Anal (Sodomia) 1 Co 6.9; de compartimentos biológicos humanos (intestino / fezes), mas que inseridos em compartimentos diferentes (genitais) causam infecções.
 
Parafilía
Devido a desvios sexuais (zoofilia) que algumas pessoas apresentam esse contato sexual permite que a flora bacteriana (microbiota) dos animais alcance a dos humanos.
Animais como ovinos, bovinos, caninos e até aves são alvo da parifilía zoofilia.
 
 
 
A Microbiota Genital dos Humanos
Dentre as 18 espécies de microorganismos da vagina da mulher, que possui mais espécies de bactérias que do homem, nenhuma das bactérias ali encontradas são causa de DSTs diretamente. Elas podem vir a causar uma infecção por motivos secundários – queda imunológica; desequilíbrio da microbiota; uso incorreto de antibióticos; má higiene; excesso de higiente (!) e fômites.

Microorganismos da Flora Normal de Humanos Saudáveis
Intestino grosso
 
Vagina
 
Genitália externa e
uretra anterior
Staphylococcus aureus
Staphylococcus epidermidis
Estreptococo do grupo B
Estreptococo viridans
Enterococcus species
Lactobacillus species
Clostridium species
Actinomyces species
Peptostreptococcus species
Pseudomonas species
Outros não fermentadores
Enterobacteriaceae
Bacteroidaceae
Treponema species
Mycobacterium species
Candida species
 
Mycoplasma species
Ureaplama urealyticum
Staphylococcus epidermidis
Estreptococo do grupo B
Estreptococo viridans
Enterococcus species
Lactobacillus species
Clostridium species
Actonomyces species
Bifidobacterium species
Propionibacterium acnes
Peptostreptococcus species
Neisseria species
Acinetobacter species
Enterobacteriaceae
Gardnerella vaginalis
Bacteroidaceae
Candida species
 
Mycoplasma species
Ureaplasma urealytÍcum
Enterococcus species
Peptostreptococeus species
Enterobacteriaceae
Bacteroidaceae
 


Obs. O gênero Neisseria species mencionado na tabela, não é o o microorganismo causador da gonorréia; o que causa esta doença é a Neisseria gonorrhoea. 

A Microbiota Genital dos Animais
Na revista de Pesquisa Veterinária Brasileira vol.31 no.7 Rio de Janeiro July 2011, o artigo sobre Microbiota cérvico-vaginal de ovelhas apresenta que “das 60 amostras analisadas foram obtidos 94 isolados bacterianos. Foram observadas as seguintes frequências de microrganismos: Staphylococcus spp. (32,97%), Escherichia coli (14,90%), Micrococcus spp. (12,8%),Acinetobacter spp. (10,6%), Enterobacter spp. (10,64%), Klebsiella spp. (9,6%), Streptococcus spp. (7,5%) e Shigella spp. (1,1%). No gênero Staphylococcus foram identificadas as seguintes espécies: S. schleiferi (63,3%),S. epidermidis (20,0%), S. saprophyticus, S. arlettae e S. lentus respectivamente com 3,3% e Staphylococcus spp. (6,7%)”.

Dentre as 94 bactérias isoladas, apenas poucas são mencionadas no estudo; a grande maioria permanece não identificada. No entanto se percebe uma microbiota muito diversificada, com quae uma centena de bactérias. O estudo não menciona vírus e protozoários.
 
 
Epidemiologia
De acordo com a OMS, as DSTs mais freqüentes são: (DST Nº DE CASOS/ANO NO BRASIL)
Tricomoníase 4.326.500
Clamídia 1.967.200
Gonorréia 1.541.800
Sífilis 937.000
HPV 685.400
Herpes genital 640.900
 
O microorganismo que mais infecta no Brasil é um protozoário – Trichomonas vaginalis. Apesar da nomenclatura, ele não é um protozoário comum à vagina das mulheres; é um microorganismo invasor e causa infecção. Devido a sua mobilidade (flagelo) pode alcançar rapidamente seu hospedeiro.
 
O segundo, terceiro e quarto maiores infectantes no Brasil são bactérias; são microorganismos agressivos que destroem o epitélio dos genitais e possuem mobilidade, sendo transportados ativamente.

 

O Conselho Bíblico
Assim como outros artigos da Lei (Pentateuco) os artigos de Levítico e Êxodo que recomendam não se ter contato sexual com animais; são artigos de leis de saúde que garantem a integridade humana.
 
Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) ocorrem por ano, no mundo, aproximadamente 340 milhões casos de doenças sexualmente transmissíveis. No Brasil, as estimativas são de que ocorra na população sexualmente ativa 10 milhões de novos casos por ano, exceto os casos de AIDS.
 
Mas como a possibilidade de contato sexual com animais ainda estaria influenciando esses números em uma sociedade metropolitana? É o ciclo de permissividade que espalha os microorganismos – vários parceiros sexuais, prostituição, sexo anal e outros comportamentos sexuais que não estão dentro dos padrões de normalidade.
 
Conselho Divino
 
Você pode se perguntar: quem dita esses padrões? Deus e Suas Leis de Saúde nas Sagradas Escrituras.
  

 

É impressionante que a Biblia já houvesse declarado – ““Não te deitarás com animal algum, contaminando-te com ele...” Lev 18.23.
 
A Bíblia sempre está certa; Deus sempre quer nosso melhor. 
Criar um Site Grátis Incrível | Criar uma Loja online Grátis | Sites Grátis | Free Websites | Wordpress e Prestashop Grátis