Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

Rating: 3.1/5 (1492 votos)



ONLINE
8






COMO SER UMA BOA ESPOSA

A mulher sábia edifica a sua casa, mas a insensata a destrói com as suas próprias mãos(Prové.14.1). 

Não é pequeno o acervo bibliográfico que aborda temas relacionados ao assunto casamento, disponibilizando uma infinidade de dicas de como ser um bom esposo ou o que fazer para tornar-se uma boa esposa, entretanto, é possível observar que até mesmo os casais que cultivam o hábito de estudar o tema em questão, ainda encontram muitas dificuldades para colocar em prática tudo aquilo que aprendem.

Falemos mais especificamente agora com relação ao que significa ser uma boa esposa: existe algum segredo que possa fazer com que uma mulher se torne um exemplo para outras? Alguém que consiga agradar profundamente o coração do seu cônjuge ao ponto de se sentir realizado como marido?

Primeiramente precisamos entender que o ser humano possui duas maneiras de se relacionar: a primeira verticalmente, com o seu criador, e a segunda, horizontalmente que é relacionar-se com o seu próximo, quer seja cônjuge, filhos, amigos, irmãos em Cristo, vizinhos, etc.

Jesus disse que toda a lei e os profetas dependem de dois mandamentos: Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo (Mateus 22.37-40).

 Se entendermos a dimensão deste princípio bíblico compreenderemos também que, nenhum relacionamento horizontal aqui na terra poderá ser verdadeiro e duradouro, se o relacionamento vertical, que é a comunhão do homem com Deus, não for uma realidade na prática.

Todo o amor que uma pessoa poderá dedicar a outra, de maneira alguma será autêntico ou legítimo se do alto não for derramado, uma vez que nenhum coração humano tem a capacidade de amar o próximo como a si mesmo, a menos que isto lhe seja concedido pelo Pai.

“Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.” Romanos 5:8.

A partir do entendimento deste princípio, iremos perceber que uma mulher que serve ao Senhor, não precisa de tantas receitas diferentes ou de uma fórmula mágica para tornar-se alguém segundo o coração de Deus e uma esposa que alegra o coração de seu marido.

Antes de Jesus ser elevado ao Céu, Ele afirmou que enviaria um Consolador que nos traria à lembrança todos os seus ensinamentos (João 14.26).

Uma esposa que maneja bem a Palavra da verdade e cujos ouvidos estão sensíveis para ouvir a voz do Espirito Santo de Deus e ser guiada por Ele, saberá exatamente como proceder diante de cada situação adversa, sem que haja necessidade de que alguém a ensine, pois ela mesma tem a unção que recebeu do alto:

E a unção que vós recebestes dele, fica em vós, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine; mas, como a sua unção vos ensina todas as coisas, e é verdadeira, e não é mentira, como ela vos ensinou, assim nele permanecereis. I João 2: 27.

Uma mulher bem instruída na Palavra sabe, por exemplo, que a paciência é uma grande virtude, da qual nascem muitos frutos, e que nem tudo é um mar de rosas. Há momentos em que o esposo, ou os filhos causam tristezas, dissabores, mas ainda assim, ela sabe que o amor incondicional sempre é o melhor caminho.

Segundo o versículo citado no inicio deste texto, é dado à mulher a responsabilidade de edificar sua casa com sabedoria, e que sabedoria é essa, senão aquela que vem do alto, do Pai das luzes, em quem não há sombra de variação? Essa sabedoria leva a mulher a edificar o seu casamento na rocha, que é Cristo, fazendo dos seus ensinamentos, a água que rega o seu lar. 

A mulher sábia é ciente da responsabilidade que está em suas mãos; aprende a ser pacífica e humilde, além de perseverante na oração, por isso, certamente é uma vencedora sobre as lutas que se travam nos lares, dando bom testemunho de que serve a um Pai amoroso, justo e perfeito.

O capítulo 31 do livro de provérbios descreve a mulher virtuosa, cujo valor excede ao de muitas joias preciosas, e cujo coração do marido está nela confiado. A ele só lhe faz bem e não mal; seus vestidos são a honra e a força, e seus filhos a chamam de bem aventurada, pois abre sua boca com sabedoria, e a beneficência está na sua língua.

Em outros trechos das escrituras sagradas também encontramos várias citações referente a mulheres valorosas, inclusive no novo testamento. E é interessante notar que no segundo livro de reis, após serem mencionados os nomes dos reis de Israel, com suas virtudes e defeitos, também se fazem menção dos nomes de suas mães, dando a entender que tamanha é a importância da sabedoria da mulher ao educar seus filhos, a ponto de influenciar decisivamente para que eles sejam benção ou maldição para uma nação inteira. 

Uma boa esposa também é uma boa mãe, uma boa amiga, e uma boa companheira para todas as horas, e ainda que surjam conflitos dentro do lar, estes podem servir como aprendizado, fortalecendo mais ainda a relação do casal, e deste com seus filhos, pois a Palavra de Deus nos assegura que: Todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito (Romanos 8.28).

Outra coisa que o Espírito Santo certamente traz à lembrança da esposa temente ao Senhor, é que ela precisa estar constantemente em atitude de submissão ao esposo, pois isto, além de ser agradável a Deus, a torna feliz e realizada, uma vez que ela foi criada por Deus com esta característica e necessidade.

Vós, mulheres, sede sujeitas (no Senhor) aos vossos próprios maridos; para que também, se algum não obedece à Palavra, pelo procedimento de sua mulher seja ganho sem palavra, considerando a vossa vida casta, em temor  (I Pedro 3.1).

Buscar conhecimento sobre as diferenças que existem entre o homem e a mulher e quais as dicas para ter um casamento bem sucedido, são importantes, contudo, se uma mulher cristã, que faz parte do corpo de Cristo, a noiva do Cordeiro, não se ataviar devidamente para o encontro com o noivo, tudo não passará de um conjunto de regrinhas que por si só, são incapazes de sustentar qualquer relacionamento horizontal, inclusive com o cônjuge.

Quando Jesus falou da casa construída na rocha, estava falando de tudo o que diz respeito à vida do ser humano enquanto estiver aqui nesta terra e neste corpo corruptível. Se seu casamento for construído na rocha, que é Cristo, só a morte poderá separar aqueles que se tornaram uma só carne.

 

Observação:  Este estudo foi elaborado com a cooperação das irmãs AUREA ADELIA DE OLIVEIRA NAVARRO e RITA LEMES.= http://cristoeaverdade.ning.com/profiles/blogs/como-ser-uma-boa-esposa?xg_source=activity